01
jun
08

Waterfalling…

Primeiramente tenho que admitir que o termo usado no titulo do post não existe em nenhum dicionário convencional (encontrei apenas no UrbanDictionary, mas não era bem o que queria expressar…risos).
Mas mesmo assim vou usá-lo livremente, pois acho que não teria nenhum verbete mais adequado para expressar como me sinto atualmente (profissionalmente falando claro!), nada descreve o fenômeno que é desenvolver software, ou pelo menos tentar, em um mercado onde praticamente 99% das grandes empresas ainda gastam milhares de reais com consultorias especializadas em implementar metodologias e processos que no fundo só servem para gastar tempo, dinheiro e a paciência dos colaboradores envolvidos. O resultado disso é uma empresa certificada(CMM/i, MPS.br e afins) e dezenas de funcionários estressados.

É impressionante como a falsa segurança de um processo todo controlado,
medido e previsivel (isso é o que os chairmen ainda pensam!) ainda está
presente nos gestores de TI atuais, pelo menos no Brasil.
O Waterfall continua enraízado em nossa cultara de gestão por simples
jogo de interesses. Essas metodologias (CMM/i e similares…) só
beneficiam pessoas que não querem se comprometer, não estão
interessadas na real satisfação do cliente e querem se manter no
mercado, muitas vezes sendo incompetentes no que fazem (afinal este
tipo de processo permite que as pessoas se escondam atrás desta
burocracia). Existem milhares de papéis (analista, projetista, analista
de negocios, gerentes e mais gerentes, analista de qualidade…blah
blah blah) a serem desempenhados, mas estes papeis são tratados como se
fossem exercidos por robôs. Isso gera o tipo de frase: “Mas eu faço
análise, prazo não é comigo!”.

Eu vejo este tipo de metodologia como a velha discussão dos sistemas sócio-politicos. Se analisarmos de forma fria e racional as duas principais vertentes desenvolvidas neste campo, percebemos que de uma lado temos o socialismo com todo seu esforço para ser algo justo e equilibrado, e na outra ponta temos o capitalismo com toda sua desigualdade, agressividade competitiva entre outras coisas.

“O Socialismo é um sistema sócio-político caracterizado pela apropriação dos meios de produção pela coletivadade. Abolida a sua propriedade privada
destes meios, todos se tornariam trabalhadores, tomando parte na
produção, e as desigualdades sociais tenderiam a ser drasticamente
reduzidas uma vez que a produção, sendo social, poderia ser
equitativamente distribuída. A proposta de Karl Marx, um dos autores que desenvolveu este tema, é a de que o socialismo fosse um sistema de transição para o comunismo, que eliminaria de forma integral o Estado e as desigualdades sociais.” Ver referencias

Como sabemos atualmente o mundo é capitalista, apesar de algumas exceções. Mas que relação isto tem com processo de desenvolvimento de software??
Uma das razões para o capitalismo dar certo é a sua naturalidade, quero dizer com isso que este pensamento/comportamento é intrínseco ao ser humano, todos nós de alguma forma nascemos pensando e agindo assim, uns mais outros menos, e isso acaba refletindo no sucesso que teremos ou não no futuro. Por isso digo que é natural.

Capitalismo é comumente definido como um sistema de organização de sociedade baseado na propriedade privada dos meios de produção e propriedade intelectual, e na liberdade de contrato sobre estes bens (livre-mercado).
“Capitalismo” é o nome que se dá às atitudes econômicas decorrentes
naturalmente numa sociedade que respeita a propriedade privada e a
liberdade de contrato. As pessoas quando sujeitas a estas condições,
com o intuito de satisfazer seus desejos e/ou necessidades, tendem
espontaneamente a dirigir seus esforços no sentido de acumular capital,
o qual é então usado como moeda de troca a fim de adquirir os serviços
e produtos desejados.” Ver referencias

Quando falamos de socialismo, logo percebemos que ele parece muito perfeito, realmente tudo é pensado em prol de todos, todos são uma peça de um esquema muito maior e que tem um plano ideal para todos.
A desigualdade não existe, porém temos que pagar um preço muito alto por isso, ficamos o tempo todo lutando contra nossos instintos, motivações e tudo mais que move o ser humando em sua busca por uma condição melhor pra si. Temos que sempre pensar no coletivo antes do individual, temos que nos conformar em ter as mesmas coisas que todos, perdemos caracteristicas que nos tornam únicos em nome de uma causa maior. Isto é muito legal!! Mas é altruísmo demais até para um monge.

Apenas para deixar claro, não tenho intenção nenhuma de discutir ciências politicas ou econômia com ninguém, realmente não tenho conhecimento para isso (desconsiderem qualquer bobagem que eu tenha dito, tentem captar a intenção. risos).
Minha intenção desde o inicio é mostrar que os processos e metodologias que conhecemos na vida real como parte do Waterfall não são naturais ao desenvolvimento de software e muito menos à nós desenvolvedores. Eles parecem maravilhosos em um quadro na parede com todo fluxo do PMBOK, por exemplo, mas no dia-a-dia custam muito para serem aplicados e exigem que nademos contra nossos instintos para que cheguemos à algum lugar.

Quando falamos de metodologias ágeis, em primeiro momento parece muito vago, o manifesto ágil em sí não se mostra muito técnico, em alguns momentos parece um pouco distante de uma aplicabilidade real. Mas na verdade em sua excência ele tem tudo que nos identificamos. A começar por suas ferramentas, quem na vida nunca se viu praticando
pair programming, pois bem isto é uma pratica muito útil de uma coisa maior chamada Extreme Programming. E não precisamos procurar muito para chegar a conclusão de o Scrum tem como consequencia uma maior aproximação da equipe e auto conhecimento dentre os participantes, com isso proporciana um maior controle gerencial para quem exercer esta função.

Tudo isso natural para nós programadores e computeiros, assim como o capitalismo é para a sociedade e o mercado ecônimico.

Reforçando, não quero iniciar nenhum tipo de flamming relacionado à política ou econômia, quero apenas expôr algumas maluquices que venho pensando ultimamente.

Bom galera, gostaria de dizer que me motivei a escrever essas idéias depois de ler um excelente post do Rodrigo Yoshima no Blog Débito Técnico. É bom saber que ainda existem pessoas que tem a capacidade de provocar o pensamento e instigar a busca por explicações.

Eu sonho um dia poder trabalhar com uma metodologia ágil, enquanto isso não chega vou me lamentando por aí.

Abraços, e coloquem suas opiniões! Podem esculachar, risos…

Referências:
Socialismo
Capitalismo
Débito Técnico – Não jogue dinheiro com melhoria de processos…

Anúncios

2 Responses to “Waterfalling…”


  1. 1 Anonymous
    junho 1, 2008 às 7:10 pm

    Pessoal, eu estou cadastrado no RSS de vocês e é impossível ler o texto no Google Reader. Fica o texto cinza claro num fundo branco.

    O texto do RSS de vocês tem que ser na mesma cor que no site principal? Tem um jeito de resolver isso sem ter que mexer com o tema do site principal?

    Abraços

  2. 2 Humberto
    junho 2, 2008 às 3:03 am

    Miguel, realmente tem coisa estranha no HTML do post…

    Sobre o texto, parabéns! Interessante a menção aos sistemas econômicos como ilustração das alternativas de desenvolvimento de sistemas. Pode parecer até inusitado para algumas pessoas, mas as semelhanças entre socialismo/waterfall e entre capitalismo/agile fazem muito sentido, exatamente porque um é espontâneo e o outro é idealizado.

    Agile pode então ser visto como uma forma de se conviver com pontos de vista divergentes e voláteis. Trabalha-se com micro-contratos (iterações) que abrangem os investimentos de maior valor ao longo do tempo. A noção de “valor” não pode ser estabelecida a priori, pois os interesses mudam rapida e naturalmente.

    Waterfall por sua vez equivale ao planejamento centralizado e burocrático de um governo socialista, que sabe quem precisará do que e quando. Pode parecer muito científico e justo, mas inútil quando se sabe que o sistema (governo ou projeto) é sujeito a forças imprevistas ou desorganizadas.

    Continuando a analogia, é claro que o sistema waterfallista (hehe) tem beneficiado uma pequena elite burocrática às custas do trabalho em vão de toda uma classe proletária. E então camaradas? Quando será decretada a Revolução Capitalista do desenvolvimento de software?


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: